Primeiras Vezes

Era a primeira vez que ela ia buscar alguém de carro. Era a primeira vez que ele seria buscado.
Era a primeira vez que ela o via, ao vivo, em cores. Era a primeira vez que ele não a via somente em seus sonhos.
Era a primeira vez que ela escutava a risada dele, que via seu sorriso, que percebia suas espinhas, que reparava no seu cabelo. Era a primeira vez que ele a admirava, que apreciava o brilho do olhar dela, que notava seus lábios, que ouvia sua voz escandalosa.
Era a primeira vez que andavam por aí, juntos.
Era a primeira vez que não se importavam com o barulho lá fora, pois o silêncio ali dentro era muito mais importante do que qualquer outro ruído banal.
Era a primeira vez que descobriam que gostavam das mesmas músicas, que curtiam os mesmos jogos antigos, que desejavam assistir aos mesmo filmes.
Era a primeira vez que ela subia um morro. Era a primeira vez que ele ficava num carro com alguém que nunca havia subido um morro.
Era a primeira vez que ela ia à praia à noite. Era a primeira vez que ele ia à praia com ela.
Era a primeira vez que eles conversaram com o banco deitado, com a lua de testemunha, com o som das ondas, com o brilho das estrelas, com as vozes alteradas, com o coração disparando, com o vidro molhado…
Era a primeira vez dela, com um cara mais novo. Era a primeira vez dele.
E era a primeira vez que os dois se apaixonaram de verdade.

Eu nunca consegui esperar pra escrever alguma coisa que eu realmente quero e que tem um valor todo especial. Esse texto comemora os 11 meses ao lado dele. E eu me sinto como se já fizessem anos…

Parabéns pra nós, por nos agüentarmos e amarmos mutuamente!

Anúncios

5 Responses to “Primeiras Vezes”


  1. 1 Thaza 13 de julho de 2009 às 23:41

    Aiii Marcela, parabéns!!! (pelo namoro e pelo texto)
    Cara, insanooo isso, a hora que vim ler teu texto começa a tocar “The first cuts the deepest” da Sheryl Crow! Adorei ler sua história com esse fundo musical…
    Beijão

  2. 2 Leonardo 14 de julho de 2009 às 0:20

    Sabe o que é melhor?
    É saber que a garota do texto é voce… e o “garotinho” sou eu! :D
    Tá… isso é meio óbvio. Mas… foi tudo tão perfeitamente encaixado, que às vezes fica dificil acreditar que é real.
    Amo você muito. ;@

  3. 3 Julio Castellain 14 de julho de 2009 às 23:46

    …Que beleza!

  4. 4 Marília Seleme 15 de julho de 2009 às 23:12

    lindo demais! parabéns milhões de vezes!!! :)

    eu tambem quero um namorado! :(
    beijocas e até logo!

  5. 5 Cibele 16 de julho de 2009 às 3:05

    Lindo o texto. Mesmo, adorei.
    Estou comentando só porque o Leonardo exigiu que eu o fizesse, haha.
    Mas enfim, acompanho seu blog e você escreve muito bem! Nunca pare de escrever! ;)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: